Início » 2013 » Outubro » 9 » Dicas para o bom posicionamento do site nas buscas
15:32:11
Dicas para o bom posicionamento do site nas buscas

Há algum tempo atrás, um infográfico sobre Negative SEO (NSEO) chamou a minha atenção. Até já tinha ouvido falar sobre o tal NSEO, mas nunca tinha parado para refletir que isso

poderia significar um novo mercado sujo que estaria se formando no mundo do marketing digital.

O infográfico, produzido a partir de uma experiência feita pela agência gringa de marketing digital Tasty Placement, provou que algumas atitudes ligadas ao SEO off-page (externo) podem prejudicar o desempenho de um site nos mecanismos de busca.

O excesso de otimização e as trapaças referentes aos fatores off-page nunca foram levados em consideração pelos motores de busca na hora de punir sites e fazer com que eles percam posições nas SERP (páginas de resultados de busca). Mas, após o lançamento

da atualização do robô de indexação do Google, denominada Google Penguin, vários sites, que antes estavam muito bem posicionados, começaram a ficar para trás nas classificações das SERP.

Por isso, alguns especialistas em SEO começaram a se perguntar se o Google estava passando a considerar estes fatores externos para aplicar punições. É aí que

entra em jogo o tal do NSEO. Se fatores externos podem influenciar nas posições dos sites nas SERP, nada me impede de simular que o meu concorrente está tentando trapacear e, assim, fazer com que ele receba uma punição.

Foi exatamente este teste que a Tasty Placement fez. Eles escolheram um site de uma pequena empresa de limpeza de piscinas, que tinha uma boa posição no Google,  e aplicaram três técnicas para tentar fazer com que o site recebesse punições.

A agência contratou um serviço para mandar 45.000 comentários automáticos em blogs com o link do site alvo e a keyword “pool cleaning houston” como texto âncora. Além disso, contrataram também um outro serviço para criar 7.000 links em perfis de fórums

com a mesma keyword como âncora. Para finalizar, eles compraram 4.000 links em sites com uma péssima reputação. O melhor (ou pior), tudo isso custou apenas 45 dólares.

Após um mês de testes, o site que antes ocupava a 3º posição nas SERP para a keyword “pool cleaning houston” foi chutado para a segunda página, ocupando o 14º lugar. Essa experiência me fez pensar: depois de fazer um site,

como poderíamos defendê-lo de possíveis ataques? Como os fatores são externos, não existe um jeito 100% eficiente para isso, mas estas duas dicas a seguir são essenciais:

Sempre instale plugins anti-spam

Instalar os plugins anti-spam para comentários no seu blog e fórum podem não proteger diretamente o seu site contra os ataques de NSEO, mas serve para impedir que outros façam NSEO utilizando o seu blog ou fórum. Deste modo, podemos ajudar a barrar as

estratégias de Junk Links, impedindo que o NSEO se propague.

Verifique os links para os seus sites

Segundo a experiência, a má vizinhança é um dos principais fatores off-page que levam às punições. Verifique se algum site com má reputação colocou links para o seu site. Caso você encontre algum, peça ao webmaster do site para retirá-lo, ameaçando a

tomada de medidas legais se ele não o fizer.

Siga as dicas e ajude a combater esta prática que pode virar um tormento para muitos pequenos negócios que têm o Google como sua maior fonte de clientes.

Por Alessandro Dórea, especialista em marketing digital na BaseKit

Categoria: SEO | Visualizações: 506 | Adicionado por : Suelem | Ranking: 5.0/1
Total de comentários: 2
  • Somente usuários registrados podem adicionar comentários.
    [ Registrar-se | Login ]